KPI: o que é, como criar e exemplos

Por

·

·

·

4 min. de leitura

Os KPIs são os indicadores que mostram a performance de diversas áreas da sua empresa. Descubra como usá-los!

KPI: o que é, como criar e exemplos

KPI são os indicadores que mostram o desempenho de uma determinada área ou empresa.

Como dizia Lord Kelvin:

“O que não pode ser medido não pode ser controlado, e o que não pode ser controlado não pode ser melhorado.”

Pensando nisso, empresas que desejam melhorar a sua performance, precisam saber quais dados devem analisar e melhorar.

De acordo com um estudo realizado pelo Instituto Cappra, descobriu que 70% das decisões tomadas por líderes nas empresas são por feeling e não possuem análise de dados.

O caminho do feeling é muito arriscado, pois o feeling não é algo escalável e confiável, ou seja, não é possível salvar essa informação e ter fundamentos técnicos para a tomada de decisão.

Isso pode ser considerado um dos grandes fatores das empresas falirem no mundo todo.

Por outro lado, definir muito bem os KPIs a serem analisados tem ajudado empresas a alcançarem o sucesso.

O que é KPI?

KPI é a sigla que vem do inglês Key Performance Indicator e que em português pode ser traduzido como Indicador Chave de Performance.

Basicamente, um KPI ajuda a identificar se um conjunto de ações ou objetivos estão tendo sucesso.

Mas lembrando, o KPI não são apenas métricas que você define como essenciais para medir o desempenho da sua empresa ou ação.

Diferença entre KPI e Métricas

A grande diferença entre KPIs e Métricas é que as métricas são os diversos dados existentes e que estão disponíveis para serem medidos, enquanto o KPI é o indicador chave é imprescindível para a tomada de decisão.

O KPI é uma métrica valiosa, ou seja, que tem grande peso para o seu negócio e que ajuda os tomadores de decisão a seguirem um caminho de sucesso.

Os desafios na análise de dados

Hoje, o grande desafio das empresas está em conseguir fazer análises de todos os dados disponíveis, já que são inúmeros.

Praticamente todas as ferramentas utilizadas no dia a dia possuem algum tipo de dado interessante capaz de trazer insights.

Uma outra pesquisa realizada pelo Instituto Cappra trazem algumas informações que exemplificam este cenário:

  • 50% acham que a quantidade de informações que recebem diariamente é prejudicial para a realização do seu trabalho
  • 94% disseram que em algum momento se sentiram sobrecarregados de informações a ponto de ficarem incapacitados
  • 30% não tem tempo algum para pensar e refletir durante o dia e 58% têm apenas entre 15 e 30 minutos

Diante dessas informações, podemos ver que a falta de estruturação de dados que precisam ser analisados gera desgaste dos colaboradores.

É exatamente neste ponto que a definição de KPIs pode ser eficiente, partindo do pressuposto de que as empresas só irão olhar para dados que são realmente importantes.

Como definir KPIs para a sua empresa

Vale lembrar que cada empresa tem um modelo de negócios e que diferencia os KPIs de cada empresa.

No final das contas, os objetivos, as metas e as análises podem ser parecidas, mas a definição delas deve agregar valor para o seu negócio.

Por isso, nunca tome como base os KPIs de outras empresas, mesmo que seja do mesmo segmento, porte ou atuação.

Para que um KPI seja efetivo e bem definido, ele deve:

  • Buscar alcançar um objetivo
  • Ser mensurável
  • Ter um acompanhamento periódico
  • Ser comunicado aos envolvidos
  • Ajudar na tomada de decisões mais inteligentes
  • Ter como foco o desenvolvimento da empresa

Uma metodologia muito utilizada para a definição de KPI é a SMART.

Metas SMART, uma metodologia de definição de KPIs.
Metas SMART, uma metodologia de definição de KPIs. Fonte: https://portalcarreira.com.br/materiais/guia-completo-metodos-ageis/ 

SMART é a sigla das seguintes palavras:

  • Specific (Específico): Seu objetivo é específico?
  • Measurable (Mensurável): Você consegue medir a performance do objetivo?
  • Attainable (Atingível): Existe mesmo alguma chance desse objetivo ser atingido?
  • Relevant (Relevante): Esse objetivo é relevante para a sua empresa?
  • Time Based (Baseado em Tempo): Em quanto tempo você pretende atingir esse objetivo?

A partir dessas perguntas, você irá conseguir definir um ou mais KPIs que realmente vão ter algum significado para a sua empresa.

Por que definir KPIs?

Um KPI pode ser utilizado para medir diversos fatores que influenciam diretamente no sucesso da sua empresa:

  • Qualidade: esse tipo de indicador mostra se o produto ou serviço está atendendo a expectativa dos clientes.
  • Produtividade: esse indicador mede a relação entre o trabalho desenvolvido em um determinado período de tempo e os recursos utilizados.
  • Competência: seria a capacidade de produção em determinado período de tempo.
  • Estratégias: são indicadores que mostram se a empresa está próxima de atingir aqueles objetivos, dando insights sobre o que precisa ser melhorado.

Exemplos de KPIs

Os KPIs podem ser definidos de forma macro, considerando a empresa como um todo ou para cada área.

Tudo irá depender do objetivo que deseja alcançar e da forma que pretende mensurar.

Listamos alguns exemplos de KPIs que podem ser utilizados na sua empresa:

KPIs de Vendas

  • Duração do Ciclo de Vida
  • Taxa de conversão de Oportunidades para Clientes
  • Taxa de Churn (Taxa de Perda de Clientes)
  • % de Clientes ativos
  • Clients Growth Rate (Taxa de crescimento de Clientes)
  • MRR (Receita Mensal Recorrente)
  • ARR (Receita Anual Recorrente)

KPIs de Atendimento

  • TME (Tempo Médio de Espera)
  • TMA (Tempo Médio de Atendimento)
  • Taxa de Tickets resolvidos
  • NPS (Net Promoter Score)

Veja também: 10 KPIs de Atendimento para mensurar na sua empresa

KPIs de Marketing

  • Taxa de conversão de Visitantes para Leads
  • Taxa de Conversão de Leads para MQLs
  • Custo por Lead
  • Custo por Lead Qualificado para Marketing
  • Taxa de Bounce Rate
  • Taxa de Abandono de Carrinho

KPIs Financeiros

  • Margem de lucro líquido
  • Relatório de erro finaceiro
  • EBITDA
  • Variação Orçamentária
  • Retorno sobre patrimônio líquido

Vale ressaltar que a visão analítica não está diretamente relacionada à tecnologia, mas está relacionada à curiosidade sobre determinado assunto.

Por isso, não pense que não é possível acompanhar KPIs se não tiver recursos suficientes para fazer a contratação de grandes ferramentas.

É preciso desenvolver uma cultura analítica, que deve ser uma nova forma de pensar e olhar para os dados de forma inteligente.

Por fim, não é o dado ou a tecnologia em si que importa, mas sim o jeito que você usa o dado e a tecnologia para a tomada de decisão.

Ficou interessado pelo nosso conteúdo? Então, se cadastre em nossa newsletter para não perder nenhuma novidade.

O conteúdo oferecido faz parte da CosmoBots. Para saber mais sobre nós, acesse https://cosmobots.io/.

Siga a gente nas redes sociais: Instagram, LinkedIn e Facebook

Confira nossos e-books

Não perca nenhuma novidade do Blog da CosmoBots!

Veja também
Menu