O que é um negócio escalável?

Por

·

·

·

4 min. de leitura

A escalabilidade é um fator determinante no sucesso de novos empreendimentos, startups e fintechs!

Um negócio escalável é, a princípio, um empreendimento que pode expandir suas operações sem que haja um aumento proporcional nos seus custos.

O termo “escalabilidade”, em suma, fala sobre a facilidade de um processo em atender demandas maiores, ou estar preparado para crescer.

Um curso online é um ótimo exemplo de negócio escalável, visto que esse tipo de operação não exige grandes investimentos para comportar mais clientes

Neste blog você vai conhecer os princípios de um negócio escalável, suas vantagens e seus desafios!

Princípios de um negócio escalável 

Bem como dito anteriormente, um negócio escalável é aquele que não exige um aumento nos custos operacionais proporcional ao aumento da rentabilidade.

Esse modelo permite que startups e fintechs cresçam e dominem mercados que anteriormente pertenciam a empresas tradicionais e consolidadas.

Podemos pensar em uma Instituição de Ensino Superior, por exemplo. Se uma Faculdade oferece somente cursos presenciais, fica limitada a quantidade de salas em seu prédio, a quantidade de professores, entre outros fatores.

Dessa forma, caso queira expandir suas atividades, essa Faculdade vai precisar construir salas novas, aumentar sua capacidade de comportar os alunos, e contratar mais professores, aumentar sua capacidade de atender os alunos.

Enquanto uma IES que oferece cursos EAD, caso tenha um aumento significativo nas suas matrículas, pode precisar aumentar a capacidade dos seus servidores para comportar um número maior de alunos.

Entretanto, o custo de aumentar a capacidade de um servidor é muito menor se comparado a construção de novos ambientes.

Um aumento no servidor é uma atividade que não exige grandes esforços das equipes, e que é concluída com agilidade, uma vez que, muitas vezes, necessita apenas de uma assinatura de um plano maior da provedora.

Ao passo que expandir as aulas presenciais vai exigir a mobilização de uma equipe de engenharia, arquitetura, construção civil, pode precisar de autorizações de prefeituras, entre outros empecilhos.

Saiba como um chatbot pode ajudar sua instituição de ensino a se tornar uma referência no mercado.

Outros exemplos de negócios escaláveis

Apesar de ser mais fácil pensar em escalabilidade quando falamos em negócios unicamente digitais, ainda é possível que atividades que transcendem a internet sejam negócios escaláveis.

Podemos citar as operações do Uber, por exemplo. A empresa é, inicialmente, responsável apenas por fazer a comunicação entre motoristas e passageiros.

Se precisasse comprar carros para os motoristas, os custos de operação seriam muito maiores, o que dificultaria a expansão no início do negócio.

Ao invés disso, os motoristas do aplicativo usam seus próprios veículos, reduzindo significativamente o custo para os empreendedores e aumentando a escalabilidade da empresa.

Também podemos citar o Airbnb, visto que a empresa tem um modelo bem parecido com o do Uber.

No Airbnb, os empresários não precisam comprar ou então construir imóveis para o aluguel dos viajantes. A plataforma funciona como um meio de comunicação entre hóspedes e anfitriões.

Assim, por mais que a empresa cresça, seus custos não acompanham seu crescimento, tornando esse mais um exemplo de negócio escalável.

Vantagens de um negócio escalável

Além das vantagens financeiras que tornar seu negócio escalável proporciona, podemos citar outros benefícios que esse modelo oferece.

Facilidade de investimento, respaldo do público e a utilização das mais novas tecnologias estão entre as vantagens oferecidas.

Investir em negócios escaláveis

Um negócio escalável é, sem dúvida, uma forma de organização atrativa para investidores e aportes financeiros.

Uma vez que está relacionada ao alto valor de mercado para a empresa, a escalabilidade confere aos empreendimentos um enorme potencial de crescimento.

Investidores externos são atraídos por empresas que crescem rapidamente, e que causam alterações no mercado em que estão inseridas.

O público de um negócio escalável

Assim como os investidores, os consumidores também são atraídos por negócios escaláveis inovadores, que propõem soluções para problemas não solucionados pelas empresas tradicionais.

Voltando ao exemplo das instituições de ensino, alguém pode querer fazer faculdade, ao mesmo tempo que não quer ir até o campus. Ou então, pode não ter condições de se deslocar até a IES.

É aí que entram os cursos EAD, solucionando o problema do deslocamento e aproximando a população em geral do ensino superior.

As tecnologias de um negócio escalável

A tecnologia é um dos principais fatores que contribuem para o sucesso de um negócio escalável, uma vez que torna acessíveis diversas soluções para empreendedores.

Através de marketing digital, por exemplo, é possível realizar toda a publicidade da empresa, de forma mais acessível do que a mídia tradicional.

Departamentos de vendas e de atendimento em geral, podem se tornar mais enxutos com o uso de um chatbot para canais digitais.

Desafios de um negócio escalável

Como nem tudo são flores, e sem desafios não vamos a lugar algum, um negócio escalável também tem seus obstáculos.

A alta demanda e manter o fôlego para continuar são alguns dos maiores empecilhos para os empreendedores donos de negócios com alta escalabilidade.

Atender a demanda

Naturalmente, alguns negócios possuem demandas maiores do que outros. Isso se torna um problema quando a demanda se torna insustentável pelo empreendimento.

Uma empresa que não consegue atender a demanda gera frustração e descontentamento nos seus clientes, que não apenas podem deixar de ser seus clientes, também podem influenciar outras pessoas a comprar em outro lugar.

Imagine como seria frustrante ter que esperar em uma fila de 100 milhões de pessoas para usar o Facebook no Brasil.

É para evitar esse tipo de insatisfação que a Meta (ex-Facebook), que é proprietária de diversos negócios escaláveis, investe em grandes infraestruturas de servidores.

Manter o fôlego

Empresas com alto potencial de escalabilidade precisam de planejamento, flexibilidade e agilidade para tomar decisões e garantir o bom funcionamento do negócio.

Ter em mente quando será necessário contratar um novo servidor, por exemplo, é necessário quando sua solução precisa comportar diversos usuários ao mesmo tempo.

Bem como ser rápido o suficiente para fazer a contratação do servidor caso a demanda chegue ao limite antes do esperado.

Gostou de ler sobre a escalabilidade? Quer receber outros conteúdos como esse? Então, se cadastre na nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

O conteúdo oferecido faz parte da CosmoBots. Para saber mais sobre nós, acesse https://cosmobots.io/. Siga a gente nas redes sociais: Instagram, LinkedIn, Facebook e Twitter

Confira nossos e-books

Não perca nenhuma novidade do Blog da CosmoBots!

Veja também
Menu