Conheça as vantagens da prototipação de software e saiba como fazer

Por

·

·

·

3 min. de leitura

Saiba tudo sobre prototipação. Esse processo indispensável na construção de um software

Conheca-as-vantagens-da-prototipacao-de-software-e-saiba-como-fazer

Ainda que o projeto tenha sido aprovado na Análise de Requisitos, no momento em que o software é apresentado, pode ocorrer uma grande surpresa: o resultado ser bem diferente do que foi imaginado. Isso deixará o cliente frustrado, além de gerar gasto extra de tempo e dinheiro para realizar alterações complexas em todo o produto.

Todo esse transtorno poderia ser evitado apenas com a inclusão de uma etapa muito importante, mas que por vezes é ignorada: a prototipação. Nesse artigo você vai ler tudo o que precisa saber sobre esse processo indispensável na construção de um software.

1. O que é prototipação

A prototipação é uma maneira de tangibilizar a ideia. A partir dela, é possível visualizar o projeto antes de tirá-lo do papel, simulando todas as funcionalidades e a experiência que o usuário terá com a solução final. 

Nessa etapa, o desenvolvedor consegue materializar para o cliente todo o projeto e verificar se aquela solução está alinhada aos seus objetivos e necessidades, garantindo uma entrega mais eficaz e evitando o retrabalho.

2. Confira as principais vantagens da prototipagem

Além de poder ser implementada em qualquer momento do projeto, ela impede que fatores importantes sejam esquecidos ou suposições baseadas em “achismos” sejam implementadas, fazendo com que o software fique em desconformidade com o resultado buscado pelo cliente.

No processo de criação de chatbots, por exemplo, através da prototipagem o cliente consegue entender todo o desenvolvimento do projeto, validar e sugerir alterações.

2.1 Confira os benefícios da prototipação

  • Permite a captação de feedbacks;
  • Proporciona economia de tempo e dinheiro no desenvolvimento do software;
  • Resulta em um produto melhor para o usuário, já que permite o surgimento de ideias mais refinadas;
  • Não tem custo adicional de desenvolvimento;
  • Reduz riscos, pois permite que todas as validações sejam feitas antes da implementação do chatbot ou outro software;
  • Mostra a interface, processo de funcionalidade e interação com os botões de uma maneira fácil para entender;
  • Permite entender como os usuários reagirão ao software antes que ele esteja finalizado totalmente;
  • No caso dos chatbots, o cliente consegue ver simulações de diálogo com o bot e definir respostas, tom de voz e outros elementos da conversa, antes da finalização.

Agora que você já sabe como essa etapa é importante na criação de qualquer software, continue lendo para conhecer quais são os tipos de prototipagem e qual é o melhor, quando falamos em prototipação para chatbots.

3. Tipos de protótipos

Um protótipo deve ser um material que apresenta a estética e modelo semelhantes à solução final.

Abaixo, você pode conferir os níveis de fidelidade em um processo de prototipação.

3.1 Baixa Fidelidade

Esse modelo serve para “rabiscar” a ideia que se quer atingir com a solução final, reproduzindo suas principais características. É o protótipo mais simples e fácil de ser desenvolvido, pois pode ser feito até mesmo com um bloco de notas e caneta.

3.2 Média Fidelidade

Nesse modelo, o cliente visualizará um mockup, que ainda não é idêntico ao produto final, porém não é apenas um rascunho da ideia, como na primeira opção.

Esse protótipo é produzido em um software e terá replicadas as funcionalidades fundamentais do produto final.

3.3 Alta Fidelidade

Como o próprio nome já diz, esse tipo de prototipação de software, reproduz fielmente as características do produto final, apresentando tanto as funcionalidades esperadas, quando os elementos de design da solução final.

Ele pode até mesmo dar vida funcional aos recursos para passar uma experiência mais completa de como será o funcionamento do software finalizado.

Prototipação para chatbots

Em se tratando de chatbots, as ferramentas de prototipagem usadas têm a intenção de criar um protótipo de alta fidelidade para que o cliente consiga visualizar com a maior clareza possível o tipo de fluxo conversacional que está sendo proposto.

Na prototipação de chatbots, é apresentado ao cliente um modelo clicável, onde ele pode realizar simulação de diálogos e visualizar os elementos gráficos que farão parte do bot finalizado. 

Além disso, esse processo permite que o trabalho da equipe esteja em conformidade com as expectativas do cliente, assim é possível sugerir e validar alterações antes que aquele chatbot esteja de fato em funcionamento.

Conclusão

A prototipação proporciona não só economia de tempo e dinheiro, mas também um produto de qualidade superior ao usuário. Visto que, ela evita que pontos em desacordo com a ideia principal avancem no desenvolvimento do software e dessa forma diminui a necessidade de correções. Além de ser uma excelente ferramenta para fazer surgir ideias mais refinadas, que poderiam não ter sido concebidas no início da produção daquele produto.

Esse conteúdo te ajudou de alguma forma? Então, cadastre-se na nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

O conteúdo oferecido faz parte da CosmoBots. Para saber mais sobre nós, acesse https://cosmobots.io/ 

Siga a gente nas redes sociais: Instagram, LinkedIn, Facebook e Twitter

Confira nossos e-books

Não perca nenhuma novidade do Blog da CosmoBots!

Veja também